Postagens populares

Quem sou eu

Minha foto
Milano, Lombardia, Italy
Sou brasileiro,vivendo na Europa e realizando pesquisas em Israel. Casado com Diliã Cunha e pai de Steven e Stephanie. Tenho formação em Teologia e Filosofia. Cursando o Doutorado em FILOLOGIA-Línguas e Culturas Antigas (concentração: Bíblia e Antigo Oriente Próximo) na Universidade de Barcelona (Espanha). Fui pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia por 15 anos no Brasil (Lagarto-SE, Maceió-AL e Fortaleza-CE). Pedí desligamento do Pastorado para poder realizar esse projeto. Não estou recebendo auxílio financeiro da Instituição-IASD. Pois é um sonho pessoal. Atualmente, estou concluindo minha tese doutoral (Ph.D).

segunda-feira, 24 de março de 2008

Sermão: A TEOLOGIA DOS MILAGRES

Evandro L. Cunha
Doutorando em Teologia


INTRODUÇÃO:
1. Ler Mateus 24:24.
2. O texto fala de prodígios, sinais e maravilhas realizados antes da vinda de Cristo.
3. No mundo hodierno ouvimos, freqüentemente relatos de fatos miraculosos que o mundo tem chamado de milagres.
4. A Bíblia está repleta de relatos extraordinários que comumente chamamos - milagres. Mas o que é um milagre? Qual sua natureza, causa e objetivo?
5. Em face do desvirtuamento da prática dos milagres, é mister analisarmos este tema à luz da Bíblia e de bom senso.
6. .O dicionário define a palavra milagre como: (a) “suspensão das leis naturais operadas por força sobrenatural”; (b) “fato raro, que causa admiração;... maravilha.. prodígio.”(Mini-Dic. Luft, p. 422).
7. Alguém definiu milagre como ”algo inexplicável”. Esta definição é limitada. Existe muitas coisas que não são explicáveis, e entretanto, não são consideradas milagres.
8. Poderíamos tentar definir o milagre como: “Algo de caráter sobrenatural, não lógico, realizado esporadicamente, movido por uma força misteriosa que muitas vezes contraria as leis naturais.” E.L.Cunha.
9. A Bíblia apresenta duas causas, duas fontes básicas do milagre: Deus ou o Diabo. Ou é Deus quem realiza, ou é o Diabo. Não há meio termo. Ou é de um, ou do outro.

I - QUANDO DEUS REALIZA MILAGRES:
A narrativa bíblica inicia-se com descrição de um milagre - A Criação. E finaliza-se com outro milagre A Restauração de Todas as Coisas.
Em ambos os casos Deus é o agente do milagre. Quando Deus realiza um milagre. Ele o faz com um objetivo definido.
· OBJETIVOS DO MILAGRE DIVINO:
1. O Milagre Divino Visa Atender Uma Necessidade.;
Quando lemos os textos que falam de milagres na Bíblia, verificamos que os mesmos visavam atender uma necessidade. Por exemplo:
a) A Travessia do Mar Vermelho (Êx 14)= CONTEXTUALIZAR):
Não havia outra saída. Atende para isso:
O milagre acontece quando esgota-se todos os recursos humanos. Quando o homem nada pode fazer, agora sim, é a oportunidade de Deus. É assim que Deus age!
Creio que, se os israelitas tivessem tempo suficiente, materiais necessários para construir navegações, certamente Deus ordenaria que as fizessem, e eles teriam atravessado o mar navegando.
O que aconteceu? Não havia recursos, nem tempo, e o exército de Faraó estava se aproximando. A única saída era um milagre ! DEUS REALIZA MILAGRE QUANDO NADA PODEMOS FAZER.
b) A Mulher Com Fluxo de Sangue (Mc 5:26).
Um outro caso é a cura da mulher que possuía um fluxo de sangue. Diz a Bíblia que ela “havia padecido muito com os médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior” (Mc 5:26).
Quando a Medicina nada podia fazer, Deus atendeu sua súplica de fé.
Uma necessidade, uma impotência humana, um milagre!
DEUS AGE QUANDO NÃO HÁ OUTRA SAÍDA.
APLICAÇÃO:
1. Eis um dos motivos de Deus não realizar curas hoje como no passado.
2. Na época de Jesus, o dom da cura não só era necessário como vital.
3. Não havia hospitais, nem remédios suficientes. A Medicina ainda era criança.
4. Hoje as coisas mudaram. A ciência médica evoluiu. O Conhecimento é algo acessível a todos. Sabemos hoje, o que causa determinadas doenças e como curá-las.
5. Enquanto há saída, Deus não age. O que o homem pode fazer, Deus não o faz.
6. Não estamos afirmando com isso que Deus não realize mais milagres hoje. Não é isto. O que estamos defendendo é que há uma condição básica para a realização do milagre - A NECESSIDADE.
7. Onde não há necessidade, Deus não opera milagres. Um dos objetivos divinos na realização de milagres é atender uma necessidade. Outro objetivo é:

2. CUMPRIR UMA PROMESSA: ( Mc 16:17; At 28:1-6).
O milagre divino visa cumprir uma promessa. No Evangelho de Marcos encontramos uma promessa de Jesus Cristo aos seus discípulos:
· Marcos 16:17 ( ler o texto)
· O texto é uma promessa de Cristo na qual afirmou que, quando os discípulos no cumprimento do seu dever, fossem vítimas de algumas ciladas do Inimigo, sairiam ilesos.
· Se bebessem, por exemplo, alguma bebida e esta contivesse veneno, nada lhes faria mal. Se algum réptil mortífero os mordessem, nada aconteceria.
· Em Atos 28:1-6, Lucas relata um incidente na viagem de Paulo a Roma (ler o texto). Neste texto temos um milagre: uma víbora mordeu Paulo e nenhum mal lhe sobreveio. Por que? Porque Cristo prometera: “pegarão em serpentes”.
· Milagres envolvem NECESSIDADES e PROMESSA DIVINA. Um outro objetivo do milagre divino é:

3. PROVAR ALGO:
O milagre divino visa provar algo.
O texto lido anteriormente testifica isto. O milagre provou que Paulo gozava da proteção divina. Devido a isto foi confundido com um deus (Atos 28:6).
Vejamos outros exemplos:
· Elias e os Profetas de Baal (I Reis 18).
Elias pede a Deus que envie “fogo do céu” para provar que ele era um verdadeiro profeta.
· Os Milagres de Jesus Cristo:
Os milagres que Cristo realizava objetivavam, entre outras coisas, provar sua identidade messiânica.
Os profetas do A.T. disseram que o Messias operaria maravilhas.
Quando Jesus realizava um milagre estava provando que era o Messias prometido.
Um outro objetivo do milagre divino é:

4. CHAMAR AO ARREPENDIMENTO:
O milagre é um convite a mudança de atitude.
Quando Jesus realizava um milagre costumava dizer: “vai e não peques mais”.
A realização do milagre visa convidar o pecador ao arrependimento.

APLICAÇÃO:
1. Muitos operadores de milagres” hoje, não visam esses objetivos, e sim, o lucro, a fama. As pessoas que são “curadas” não são orientadas a mudarem de atitude.
2. São orientadas a darem dinheiro a “Deus”, ao invés de darem sua própria vida.

Esses são os objetivos de Deus em realizar milagres:
1. Visa atender uma necessidade (quando não existe outra saída).
2. Visa cumprir uma promessa.
3. Visa Provar algo.
4. Visa convidar ao arrependimento.
Quando Deus realiza um milagre, Ele tem todos esses objetivos em mente.
Mas a Bíblia diz, que a o Diabo é capaz de realizar milagres também. Quais são seus objetivos?

II - QUANDO O DIABO REALIZA UM MILAGRE:
· A priori afirmamos que a narrativa bíblica inicia-se com um milagre - A Criação, é finaliza-se com outro milagre - A Restauração de todas as coisas.
· E que a fonte de ambos os milagres é Deus. Entretanto, a Bíblia do Gênesis a Apocalipse registra milagres de origem satânica.
· O PRIMEIRO MILAGRE OPERADO POR SATANÁS na terra foi fazer com que uma serpente falasse (Gên 3).
1. É do conhecimento de todos que animais não falam. O ato de falar envolve conhecimento, raciocínio, reflexão e expressão lógica.
2. Estes elementos os animais não os possuem. As aves como o papagaio, não falam propriamente dito. Elas repetem o que foi dito.
3. No capítulo 3 do Gênesis, encontramos um milagre operado pelo Diabo - um animal falando; uma serpente fala.
Analisemos este incidente e identifiquemos os objetivos de Satanás ao operar um milagre (Ler Gên 3:1-6). Segundo este texto, temos alguns objetivos dos milagres satânicos:
1. PROVOCAR UM DIÁLOGO COM O HOMEM:
· O Diabo sabe que o ser humano no fundo do seu ser deseja conversar com Deus. Deus é o desejo inato do ser humano.
· Se o Diabo tentasse conversar com o homem sem desface algum o homem rejeitaria o diálogo.
· Devido a isto, ele provoca uma situação onde o ser humano possa interrogar, cogitar. Foi assim com Eva. Ele provocou um diálogo usando o milagre da serpente falante.
· Aqui está uma lição maravilhosa para nós hoje. Satanás realiza milagre para levar os homens a pensar.
ILUSTRAÇÃO:
1. Você vai ao centro espírita, lá numa sessão, um espírito que afirma ser de seu pai que já morreu a alguns anos atrás. Você pensa: “A Bíblia diz que quando alguém morre fica em estado de inconsciência(Ec (:5-6) e que não volta mais a este mundo (II Sam 12:1-23). Está dormindo esperando o dia do julgamento(João 11).
2. Agora você compara o que Deus diz na Bíblia, e o que você está ouvindo e vendo. Esta é a situação criada pelo Diabo: Colocar em dúvida a Palavra de Deus.
3. Ele realiza um milagre para levar pessoas a conversar com ele. Desde o momento em que você começa a comparar aquele quadro ali em sua frente com a Bíblia, você está conversando com o Diabo. É isto o que ele deseja.

VEJAMOS OUTRA SITUAÇÃO:
1. Você é convidado por um amigo a assistir um culto numa igreja que promete curas. Lá você percebe todo um frenesi. Pessoas gritando, pulando, dançando, etc..
2. Você pergunta: Como pode Deus realizar milagres num local onde a vaidade impera, onde seus líderes são presos como suspeitos de crimes. Onde a Bíblia é usada apenas para apoiar pontos de vistas errôneos?
3. Será isto verdade? Não estou eu com preconceitos?
4. É isto o que o Diabo deseja. Realizar milagres para poder conversar com o homem. Usa o nome de Deus, usa a Bíblia, etc.. Diz ele: “olhe, veja só isto. A Bíblia fala de milagres, aqui você encontrará milagres.

2. PARA ENGANAR E CONFUNDIR:
Voltemos ao caso de Eva e a Serpente
· Deus disse: “De toda a árvore do jardim comerás livremente; mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gên 2:17).
· A Serpente disse: “É assim que Deus disse: Não comerás de toda a árvore do jardim?”
1. Deus não dissera isto. Ele permitiu ao casal edênico comer de todas as árvores, com exceção a do Bem e do Mal.
2. Disse a serpente: “Certamente não morrereis”(Gn 3:4). A história conhecemos bem.
3. Eva comeu e deu ao marido. Adão só veio morrer novecentos e trinta anos depois (Gn 5:4). Deus não dissera que eles morreriam instantaneamente.
4. A Bíblia fala de dois tipos de vidas e dois tipos de morte; A morte física e a espiritual. Eva morreu espiritualmente no momento em que comeu o fruto proibido. Sua morte física só ocorreu centenas de anos depois, a Bíblia não diz com quantos anos morreu. Quando sentiu na pele o que significava pecar ela disse: “a serpente me enganou”(Gn 3:14).
5. O milagre da serpente falante tinha um objetivo definido - CHAMAR AO DIÁLOGO, ENGANAR E CONFUNDIR.
· Em Apocalipse 12:9, lemos: “E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo”.
Um outro objetivo dos milagres satânicos é:

3. PARA MANTER UMA PESSOA NO ERRO:
Lembro-me de três incidentes que ilustram esta tese:
· A experiência espírita (incidente em Afogados-Recife-PE);
· A experiência católica: Promessa a Santo Amaro;
· A experiência Pentecostal: o sábado passou (visão de uma senhora pentecostal que iria se batizar na IASD, mas recebeu uma visão sobre o sábado).

REFLEXÃO ESCATOLÓGICA:
· Em Mateus 24:23-26 lemos que o diabo Personificará o próprio Jesus Cristo. ESTE SERÁ O SEU MAIOR MILAGRE.
· Em Apocalipse 16:13 e 14 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta, vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Pois são espíritos de demônios, que operam sinais; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso
Após considerarmos estas coisas alguém poderia perguntar ; “Como posso saber se o milagre é de Deus?”
II - COMO PODEMOS SABER SE SUA ORIGEM É DIVINA OU É SATÂNICA?
A Bíblia dá a resposta:
1. Isaías 8:22 = A lei e o testemunho.
2. Provérbios 28:9 = Oração abominável.
3. Mateus 7: 15-23 = Os frutos.
REFLEXÃO:
O fato de alguém realizar milagres não quer dizer necessariamente, que esta pessoa tem a provação de Deus. Leia comigo Mateus 7:22-23.

CONCLUSÃO:
1. A esta altura do nosso estudo, alguém pode interrogar: “Porque nossa igreja não realiza milagres?” Segundo o Espírito de Profecia, há duas razões pelas quais Deus não tem realizado milagres em proporções apostólicas:
· PARA NÃO SER CONFUNDIDO. Isto não significa que O Senhor não tem operado em nosso meio, mas eu me refiro a milagres missiológicos.
· OS MILAGRES SERÃO UM SINAL DISTINTIVO NO PERÍODO DO ALTO CLAMOR: Deus está reservando uma grande bênção para o seu povo nos últimos dias.
2. Ao estudarmos as narrativas bíblicas concernentes aos milagres, perguntamos: “Afinal de contas, qual o maior dos milagres?”
3. Qual o maior milagre: é Pedro andando sobre as águas ou Pedro cuja vida foi transformada?
4. Qual o maior milagre: é curar enfermos, dar vista aos cegos, levantar paralíticos ou viver o cristianismo na vida diária?
5. O MAIOR DE TODOS OS MILAGRES É A TRANSFORMAÇÃO DA VIDA. É a vitória sobre os vícios, é uma vida coerente em harmonia com a vontade de Deus.
6. O DIABO PODE IMITAR TODOS OS MILAGRES. ENTRETANTO, NÃO PODE TRANSFORMAR VIDAS !
· A transformação da vida é o maior de todos os milagres. VOCÊ JÁ EXPERIMENTOU ESTE MILAGRE?

Um comentário:

Mulheres de Excelência disse...

Graça e paz da parte de Deus..
Estive lendo o seu Blog, o asunto sobre MILAGRE, que maravilha!!
Me ajudou muito nos meus estudos, e na minha atuação frente às questões que conhecemos hoje como milagre..

Que Deus abençõe sua vida e de seus familiares de forma abundante!

Grande abraço , Pastor!